terça-feira, 17 de setembro de 2019

Coelho Neto, A CAPITAL FEDERAL (1893)

«Para estar de acordo com o horário dos trens devíamos chegar às oito horas e alguns minutos à estação, e estou certo de que assim teria acontecido se não fosse o folgado e paciente atraso de duas horas e meia, que tivemos de aturar dentro dos compridos wagons de primeira classe, nada inferiores ao cárcere duro. 

quarta-feira, 11 de setembro de 2019

terça-feira, 10 de setembro de 2019

confrontações com Alexandre Dumas, Filho, A DAMA DAS CAMÉLIAS (1848)

«Ora, se há coisas que as mulheres de sociedade desejam ver, e encontravam-se ali mulheres de sociedade, é o interior dessas mulheres cujas carruagens salpicam de lama as suas, diariamente, que têm, como elas e ao lado delas, um camarote na Ópera e nos Italianos, e que exibem, em Paris, a insolente opulência da sua beleza, das suas jóias e dos seus escândalos.» (trad. Sampaio Marinho)


quinta-feira, 5 de setembro de 2019

Machado de Assis, DOM CASMURRO (1904)

«Uma noite destas, vindo da cidade para o Engenho Novo, encontrei no trem da Central um rapaz aqui do bairro, que eu conheço de vista e de chapéu.» 

terça-feira, 27 de agosto de 2019

Olga Gonçalves, A FLORESTA EM BREMERHAVEN (1975)

«Ai os turcos, uns porcos, tanto comiam batata crua, como comiam carne de gazela, uma carne preta que eu não sei o que era aquilo, mas remelgavam os olhos quando vissem a gente comendo carne de porco!»

quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Camilo Castelo Branco, A FILHA DO REGICIDA (1875)

«Ainda os membros dispersos do cadáver de Domingos Leite Pereira apodreciam nos postes, quando saiu uma procissão de triunfo a desempestar especialmente as Ruas dos Torneiros e da Fancaria.»

sábado, 17 de agosto de 2019

Júlio Dinis, A MORGADINHA DOS CANAVIAIS (1868)

«O leitor provavelmente há-de ter jornadeado alguma vez; sabe portanto que o grato e quase voluptuoso alvoroço, com que se concebe e planiza qualquer projecto de viagem, assim como a suave recordação que dela guardamos depois, são coisas de incomparavelmente maiores delícias, do que as impressões experimentadas no próprio momento de nos vermos errantes em plena estrada ou pernoitando nas estalagens, e mormente nas clássicas estalagens das nossas províncias.»

quinta-feira, 1 de agosto de 2019

Vitorino Nemésio, MAU TEMPO NO CANAL (1944)

«A fúria do cão enchia-o de um atrevimento nervoso, como se Margarida estivesse em perigo ou o quisesse experimentar criando-lhe um inimigo inferior.» 

quarta-feira, 31 de julho de 2019

José Saramago, LEVANTADO DO CHÃO (1980)

«Depois os ossos ficam limpos, tanto lhes faz, de chuva lavados, de sol cozidos, e se era pequeno o bicho nem a tal chega porque vieram os vermes e os insectos coveiros e enterraram-no.»

terça-feira, 30 de julho de 2019

Camilo Castelo Branco, A FILHA DO ARCEDIAGO (1854)

«Era uma paixão, uma paixão da alma, a mocidade na velhice, essa ânsia impotente dum coração que quer romper os tecidos atrofiados de cinquenta e cinco anos para dar quatro pulos em pleno ar.» 

quinta-feira, 25 de julho de 2019

quarta-feira, 24 de julho de 2019